Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012

Esconderijo!

Só me resta a escuridão do meu quarto todas as noites, as mesma músicas do computador, a pressa em dormir cedo pra aguentar outro dia de rotina, hoje as lágrimas querem cair dos meus olhos, talvez eu tenha me dado conta da solidão que gosto tanto, talvez eu tenha sucumbido aos desejos da minha carne, eu tomo vinho tão só, mas dessa vez estou gostando, quero estar só,quero essa consciência de que serei sozinho, eu tive tantos amores, eu tive tanta vida, não não é a depressão falando, apenas eu, no meu escuro, no meu cantinho, na minha cama com esse vinho quente, são essas lágrimas... "nesse quarto escuro existe um menino assustado, ele é sozinho e teme que o mundo encontre seu cantinho, me entrega ele pra cuidar, eu sei guardar segredo eu sei amar, não conto pra ninguém que esse menino é alguém, de barba e gravata e que esse quarto escuro é sua alma" (esconderijo)"

As coisas que eu decido!!

Eu decidi não desistir dos meus sonhos, andei perdido, solto e desgarrado, olhei mistérios dentro dos outros, mas nunca consegui me entender por completo, eu vivi outras vidas que não eram minha, eu perdi meus amigos, eu perdi meus amores...eu me perdi de mim, agora não mais, não agora, e se os deuses permitirem, nunca mais me perderei de novo, de todo o furacão, sobraram os amigos de verdade, sobrou a imagem, um pouco destruída, sobrou um velho coração cansado de lutar, mas agora voltei ai meu caminho, voltei a minha imagem, voltei a me importar comigo mesmo, a viver minha vida e dedicar meu tempo a cuidar desse coração tão frágil e carente, eu já chorei de mais, e agora voltei a rir, pois pela primeira vez eu sei aonde estou, eu sei quem sou, e eu sei do que eu gosto então tá mais do que na hora de parar de me auto-sabotar,é, meu maior inimigo era eu mesmo por muito tempo, mas como já disse, eu me encontrei eu estou de volta eu sou eu sem máscaras sem Jennys, sem Ds sem …

1º lado o menino que usava laranja

Sentado na grama do espelho d’água, o menino que usava laranja observava a vida, ao olhar para o lado, deparou-se com uma cena, nítida, vívida, onde três jovens sentados e tomando vinho, batiam fotos e sorriam, eram jovens e cheios de vida, mandavam os ex-amores foderem-se, e ele pensou: “eu já fui assim”! Ele havia crescido, crescido de mais, muita coisa havia mudado desde seu ultimo devaneio, cursando faculdade, solteiro de corpo e coração (mesmo que sua mente o traia as vezes), na turma onde um dia fora abelha rainha, já não fazia mais falta, haviam entrado outras pessoas, e as que restaram, essas só o tempo mostrará o quanto ainda irão crescer. A menina de bota (sua melhor amiga) já não usava mais bota, agora era só menina, não, agora ela era mulher, havia encontrado seu grande amor, e com ele assim como com grandes poderes, havia encontrado grandes responsabilidades, e com isso muitas mudanças em sua vida, k-zinha mãos de ferro também havia crescido, mesmo que a maré das …

2º lado o menino que usava laranja

Eles descansam, foram adormecidos há muito tempo, eles são o que há de pior, eles repousam no silencio dos desejos incontroláveis, eles anseiam pela liberdade de fazer todos sofrerem, no lado escuro, Dammty, Marisca, Kaylle e kira, gritam, sibilam,sorriem, enviam sinais em sonhos, quedas, aranhas, maldades... Bebidas, raivas, ou a simples vontade de usar preto e se divertir, uma é totalmente má, mesquinha, e está sempre com cerveja nas mãos, batons vermelho cabelos soltos e bota negra, um sorriso, daqueles que dizem mantenha distancia, a menos que você queira se machucar, o outro, de marrom, frio e calculista, quer apenas diversão, por onde passava o caos era formado, brigas e casais eram desfeitos, ¬¬e isso tudo sem levar culpa de nada, apenas manipulando os outros, “Duvido” era a palavra certa, para conseguir o que queria, os outros dois apenas sorriam e quase nunca, nada faziam, mandar pessoas para o hospital eram a sua atividade favorita quando os mesmos resolviam agir... …

quando o amor acaba

Eu acho que o amor nunca se acaba, eu ainda te amo, mas é diferente agora, te amo de espírito para espírito, te amo de vida para vida, sei que você me ama da mesma forma, não precisamos nos tocar, nunca foi preciso, bastava apenas o olhar, quando isso não bastava, era o abraço que mais me fortalecia, e a ti também, sei que somos almas de outras vidas juntas, você sabe também, e isso é engraçado, talvez por isso tudo precisamos manter essa distancia, para que aquela pessoa que vai nos amar de forma carnal (pois o que sentimos é algo maior como você mesmo já disse), possa nunca se sentir fraca ou insegura, nós temos a sorte de termos nos encontrado, e isso é suficiente, pois sabemos que o amor real existe, e por isso posso ser feliz com outra pessoa, assim como você, sei que já nos magoamos, sei que já um monte de coisas, mas o amor, esse amor que nos faz tão bem, é o que basta! quando o amor vacila! Eu sei que atrás deste universo de aparências, das diferenças todas, a esperança é p…

Anatomia da mente

Séculos sem falar nada...as coisas acontecem rapido de mais, eu sou apenas mais um...alguém médio... tanta coisa em que pensar...e sigo...eu cresci, Faculdade, trabalhos, casa amigos e familia, nem tudo é mais o mesmo, nem tudo...

Só esse coração, que quando desprevenido, sente...sente, solidão, sente um começo de pânico, sente sua falta... ele cresceu, com e sem você, mas ainda sente sua falta, ele sabe que não á mais como desfazer tudo, foi-se traçado um destino sem sentido, uma vida a dois, dois separados, como outros corpos a se esquentar, mas no fundo, dois frios corações...ou quem sabe apenas um coração só, pois o outro encontrou uma boa companhia, um outro algué para amar, encontrou vida... minha mente encontrou vida, mas meu coração ainda está aqui, apenas quando se pega desprevenido...apenas todos os dias, só nesse momento...

Eu Sempre Vou Te Amar
Se eu ficasse
Eu estaria apenas em seu caminho
Então eu vou, mas eu sei
Que vou pensar em você cada passo do caminho

E eu sempre vou te a…

Quando nos tornamos tão entediantes?

Eu venho passando por um longo processo, onde não me sinto encaixado em nada, os amigos, para mim não são os mesmo, diversão para mim é ficar em casa vendo filme, quando me tornei esse tipo de pessoa? disseram-me que erra melhor encontrar outros amigos, logo, pois quem estava ao meu redor, estava calmo, mudado, e acompanhado, pior que estão certos... Quero encontrar uma lugar de novo onde me encaixe, não sou mais adolescente, já deveria saber o meu lugar... então, por que ainda estou assim?
eu não sei....