Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

felicidade

to que nem criança boba hoje! já chorei, já sorri, já desmaiei, já voltei, já brinquei, já gritei, já pulei, eu estou sendo eu mesmo,de novo e isso me faz bem, uma mistura de coisas me pegam e saem de mim sou filho sou anjo demonio mulher inocente sou tudo o que quero ser e sou só criança, feliz. To todo doido acabado emocionalmente e fisicamente mas isso é q me deixa feliz!

para alguém

Vem sentar-te comigo, Lidia, à beira do rio.
Sossegadamente fitemos o seu curso e aprendamos
Que a vida passa, e não estamos de mãos enlaçadas.
(Enlacemos as mãos.)

Depois pensemos, crianças adultas, que a vida
Passa e não fica, nada deixa e nunca regressa,
Vai para um mar muito longe, para ao pé do Fado,
Mais longe que os deuses.

Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos.
Quer gozemos, quer nao gozemos, passamos como o rio.
Mais vale saber passar silenciosamente
E sem desassossegos grandes.

Sem amores, nem ódios, nem paixões que levantam a voz,
Nem invejas que dão movimento demais aos olhos,
Nem cuidados, porque se os tivesse o rio sempre correria,
E sempre iria ter ao mar.

Amemo-nos tranquilamente, pensando que podíamos,
Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias,
Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro
Ouvindo correr o rio e vendo-o.

Colhamos flores, pega tu nelas e deixa-as
No colo…