Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2008

ele era um andarilho

ele não havia nascido ali, quando pequeno não gostava daquele lugar, doze anos depois seu sentimento ainda era o mesmo,ele pensava em tudo o que havia acontecido em sua vida para estar ali, brigaram com o irmão, e agora se encontrava em uma casa sem nada apenas suas roupas, enquanto ajeitava sua bolsa com o q cabia depositou seu dinheiro na sua conta no banco pensou " melhor levar o cartão pelo menos assim o dinheiro ainda estaria a salvo" levou poucas roupas, seu cartão documentos algumas fotos (preciso lembrar do rosto de alguns amigos) colocou sua faca na bolsa vermelha de uma alça só, uma blusa de cor clara e pano leve na de muito peso e pôs se a caminha, "apesar de tudo é uma cidade bonita, talvez eu sinta falta" encontrou uma estrada de terra alguns carros passavam mas ele não sabia ao certo onde aquela estrada daria, talvez em lugar nem um, talvez em algum lugar, caminhou, era o q ele havia decidido ganhar a vida assim, conhecer cidades se precisar de dinhe…

livre

ele já nem mais se descrevia, em seu ser apenas a existência de alguém que ele nem mesmo conhecia, quais seriam seus limites? o que uma pessoa como ele sentado ali junto das árvores conseguiria fazer agora? depois de tanto tempo ele chega a conclusão, ele mudou.
ele já nem sabia se era menino de outrora empinando pipas, ou se já era o homem desses que a vida tenta fazer com casa trabalho e uma boa família! boa família! ele nem pensava em ter uma família, filhos talvez mas uma família? era pensar de mais, era ser comum de mais e ele não era comum ele era livre, ele sabia voar, mas naquele instante ele nem sabia mais quem era ele, ele apenas olhava as pessoas, dançavam, riam, se drogavam e trepavam loucamente nas floresta sele estava alem de seu tempo ele beijava garotos com naturalidade mas não se dizia bicha, se dizia livre.